sábado, 31 de março de 2012

Manteiga sem sal com Salicórnia Fresca da Casa do Sal

 1º Migar a salicórnia


 2º Envolver a salicórnia na manteiga sem sal



 A manteiga a utilizar deve ser sem sal porque a salicórnia já tem sal

Pode colocar a manteiga numa folha de alumínio e dar-lhe a forma de salame.
Para utilizar vá cortando em fatias

sexta-feira, 30 de março de 2012

"Casa do Sal ao Vivo" nos Festivais Gastrnómicos "Figueira com Sabor a Mar", no Restaurante Aquário em Março de 2012

 Na foto Pedro Machado, Presidente da Região de Turismo do Centro,
a desgustar  Queijo feito na Vila do Rabaçal, temperado pela Casa do Sal

A Casa do Sal apresentou aos Restaurantes aderentes aos Festivais Gastronómicos "Figueira com Sabor a Mar" novidades com aplicação dos produtos das salinas:
  • Paté  de Celga Brava, 
  • Manteiga sem sal com salicórnia fresca picad,
  • Azeitonas recheadas com salicórnia fresca.
Tudo produtos da Casa do Sal da Figueira da Foz.

domingo, 25 de março de 2012

"O sal da língua" de Eugénio de Andrade

Escuta, escuta: tenho ainda
uma coisa a dizer.
Não é importante, eu sei, não vai
salvar o mundo, não mudará
a vida de ninguém – mas quem
é hoje capaz de salvar o mundo
ou apenas mudar o sentido
da vida de alguém?
Escuta-me, não te demoro.
É coisa pouca, como a chuvinha
que vem vindo devagar.
São três, quatro palavras, pouco
mais. Palavras que te quero confiar,
para que não se extinga o seu lume,
o seu lume breve.
Palavras que muito amei,
que talvez ame ainda.
Elas são a casa, o sal da língua.

"Conheço o Sal" de Jorge de Sena


Conheço o sal da tua pele seca
depois que o estio se volveu inverno
da carne repousando em suor nocturno.

Conheço o sal do leite que bebemos
quando das bocas se estreitavam lábios
e o coração no sexo palpitava.

Conheço o sal dos teus cabelos negros
ou louros ou cinzentos que se enrolam
neste dormir de brilhos azulados.

Conheço o sal que resta em minha mãos
como nas praias o perfume fica
quando a maré desceu e se retrai.

Conheço o sal da tua boca, o sal
da tua língua, o sal de teus mamilos,
e o da cintura se encurvando de ancas.

 A todo o sal conheço que é só teu,
ou é de mim em ti, ou é de ti em mim,
um cristalino pó de amantes enlaçados.

O que foi o "Negócio Solidário 2012" da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra

Pedro Parreira explica o que foi o "Negócio Solidário" que decorreu em Março de 2012, no dia da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra.

O que é o Centro Social Bem Querer de Brenha, Figueira da Foz

Maria Cecília Carvalheiro do Centro Social Bem Querer de Brenha, Figueira da Foz. A Economia Social é um elemento estruturante deste Centro Social que assim financia as suas atividades e investimentos.

sábado, 24 de março de 2012

"Casa do Sal ao Vivo" na Semana Cultural da EPFF - Escola Profissional da Figueira da Foz

A Casa do Sal da Figueira da Foz animou uma sessão na Semana Cultural da EPFF. Nesta sessão foi a apresentada a estratégia de desenvolvimento da salinicultura da Casa do Sal numa atitude de Rede Colaboratriva de Produção Local (ver). A segunda parte foi um atelier onde os alunos puderam aprender a utilizar os produtos da Casa do Sal de maneiras muito variadas: pipocas com flor de sal, tapas com sal para grelhados e azeite do Rabaçal (ver exemplo), demonstrações com os esfoliante/hidratantes Cristais do Sal, azeitonas descaroçadas da Quinta da Ribeira de Lodões recheadas com salicórnia fresca e tomate cereja envolvido em salicórnia seca e moida.

José João Rodrigues da Casa do Sal da Figueira da Foz 

Jesus Zunzunegui dos Cristais do Sal

Ana Vasco, diretora da Escola Profissional da Figueira da Foz 
e José João, promotor da Casa do Sal da Figueira da Foz

Chefe Fernando Heleno a cozinhar uma cataplana de peixe com salicórnia da Casa do Sal da Figueira da Foz

Quiche com salicórnia e azeitonas da Quinta da Ribeira de Lodões em Vila Flor, Trás-os-Montes, curadas com o sal da Casa do Sal. Confecção: Isabel Mendes

 Antes...
 Durante...


Depois...
pronta a comer

Autoria da quiche: Isabel Mendes

sábado, 3 de março de 2012

Degustações da Casa do Sal da Figueira da Foz no Stand da Região de Turismo do Centro na BTL de 2012.

Integrada na apresentação dos Festivais Gastronómicos da Figueira da Foz, a Casa do Sal apresentou degustações à base de salicórnia: salicórnia fresca, salicórnia seca e moída e salicórnia macerada em Azeite do Rabaçal.
Todas estas degustações acompanhadas com pão e broa da Pastelaria Dionísio da Figueira da Foz.






Fotografias do Jornalista José Santos

Festivais Gastronómicos da Figueira da Foz no Stand da Região de Turismo do Centro na BTL 2012

No dia 2 de Fevereiro de 2012, esteve presente na BTL no espaço da Região de Turismo do Centro uma comitiva representante dos Festivais Gastronómicos da Figueira da Foz composta pelos Restaurantes A Caçarola 2, Cantarinha, Lota Nova, Pastelaria Dionísio e também pela Casa do Sal da Figueira da Foz. Foram apresentadas cerca de 30 degustações de peixe e de salicórnia muito apreciadas pelo público.