segunda-feira, 28 de março de 2011

Visita de José Manuel Pureza, Hugo Dias e Rui Silva, do Bloco de Esquerda, à Casa do Sal da Figueira da Foz, no dia 28 de Março de 2011


Espetadas de azeitonas recheadas com Salicórnia da Casa do Sal da Figueira da Foz

Esta é uma nova apresentação da salicórnia: azeitonas da Quinta Ribeira de Lodões, curadas com o sal da Casa do Sal da Figueira da Foz, recheadas com rebentos de  salicórnia da Salina Eiras Largas.

Aceita-se encomendas

sexta-feira, 25 de março de 2011

Casa do Sal integra projecto piloto com produtores locais e Escola Profissionald a Figueira da Foz

 clicar nos artigos para ampliar
 Publicado no Diário de Coimbra

Publicado no Figueirense

O Deputado José Manuel Pureza visita a Casa do Sal da Figueira da Foz

Na próxima segunda-feira, dia 28, o Deputado do Bloco de Esquerda José Manuel Pureza visita a Casa do Sal da Figueira da Foz na Salina Eiras Largas em Lavos.
Esta iniciativa enquadra-se numa visita à Freguesia de Lavos, onde também vai reunir na respectiva Junta de Freguesia.

O projecto Casa do Sal  pretende contribuir para a viabilidade económica, cutural, social e ambiental da salinicultura da Figueira da Foz.
A estratégia adoptada consiste na criação de novos produtos alimentares em torno do sal e em parceria com outras microproduções, em que estas incorporam o sal nas suas produções ou contribuem para a sua comercialização. O Quejo do Rabaçal envolvido em azeite do Rabaçal com o Sal Picante para Grelhados da Casa do Sal, as azeitonas da Quinta  Ribeira de Lodões, em Vila Flor, curadas com o sal da Casa do Sal e os "pasteis de tentúga"l vegetarianos com salicórniada Salina Eiras Largas são alguns exemplos destas parcerias.
Já ao nível das parcerias comerciais temos o caso da microempresa "Bucha e Pinga" da Barriosa, Freguesia de Vide, Concelho de Seia, que distribui os sais da Casa do sal nas lojas gourmet em Lisboa e a Casa do Salque  vende os seus produtos da Serra da Estrela na região da Figueira da Foz e Coimbra.

Actualmente o promotor deste projecto, José João M Rodrigues, está a colaborar com a Cooperativa Terra Chã, em Rio Maior que em  parceria com a Associação de Artesãos das Serras de d'Aire e Candeeiros, promove um curso de Salinicultura nas Marinhas de Sal de Rio Maior, um Curso de EFA de Educação e Formaçao de Adutos. José João Rodrigues é o formador da componete tecnológica que envolve todos os módulos ligados à produçao de sal, flor de sal, criação de novos produtos e respectivo marketing.

O trabalho em parceria é uma atitude muito relevante da Casa do Sal que, por exemplo,  com o Núcleo Museológico do Sal da Figueira da Foz tem desenvolvido algumas actividades de animação .como por exemplo, oficinas de fornos solares com o Prof. Celestino Ruivo da Universidade do Algarve, onde são confeccionados petiscos com ingredientes das salinas.

"Sabores da Figueira da Foz" é um projecto em que  a Casa do Sal está envolvido em parceria com a Escola Profissional da Figueira da Foz (EPFF), Enchidos Tradicionais de Quiaios da Cevadas,  Quinta dos Cozinheiros -  Vinhos, Ernesto Morgado - Arroz Carolino do Mondego, Mel da Serra da Boa Viagem, Cooperativa de Produtores de Peixe Centro Litoral da Figueira da Foz - Peixe.
Este projecto lançou um desafio aos alunos finalistas do Curso de Cozinha/Pastelaria da EPFF no sentido de criarem entradas, pratos principais e sobremesas que incorporassaem os ingredientes das produçoes envolvida. As receitas vencedoras serão divulgadas para serem utilizadas por restaurantes e particulares.